Nostalgia?!

    01.06.2008 | 0h00 | Por Ápyus Soluções Digitais
    Ale Combustíveis

    Ale Combustíveis

    O Ale Combustíveis ajudou a tornar este projeto realidade. Ajude você também os próximos projetos da Experiência Ápyus.

    Apresentação

    Após um hiato de 2 anos para gravação deste trabalho, a Experiência Ápyus voltou com o álbum duplo “Nostalgia?!“. Viabilizado graças ao Governo do Estado do RN, à Fundação José Augusto, à Lei Câmara Cascudo e à Alesat Combustíveis, este projeto que demorou dois anos para se concluir contempla um CD com 11 canções inéditas da banda, e um DVD, com 9 registros ao vivo no Megafone Estúdio do primeiro trabalho do grupo, lançado em 2004 sob o alcunho de Meio Rock Nova, Meio Bossa and Roll. “Enquanto o primeiro trabalho era bem intimista, limitado, apenas quatro dias de gravações, apenas dois músicos se reversando entre todos os instrumentos; este novo traz o que alguns dos melhores músicos da nova geração da noite local pode produzir.” Marlos Ápyus se refere a Raphael Bender, baterista d’Uskaravelho, Ticiano d’Amore, guitarrista do Macaxeira Jazz, Lipe Tavares, baixista do Seu Zé, e Gil Oliveira, vocalista do Jack Black, que juntos com ele completam o quinteto que compõe a seleção da Experiência Ápyus.

    Apesar de aparentar, este novo trabalho não se trata de uma ode à “nostalgia”, mas sim uma crítica, por vezes destrutiva, mas excencialmente irônica, à mesma. Abre com os versos “Eu quero morrer para virar seu ídolo” e finaliza, quase que revendo seus conceitos, sentenciando: “Você não vale nada, nem mesmo esta canção!“. Mas nem tudo são podres. Há espaço para mensagens positivas, como as belas declarações de amor de “Nossa Casa”, o tom festivo de “L” e renascimento da esperança em “Isso”.

    Marlos Ápyus assina sozinho quase todas as canções, dividindo as demais com amigos como Lipe Tavares em “Ele & Ela” e Rodrigo Levino em “Isso”, “Nostalgia” e “Nossa Casa”. Esta última foi escrita em cima de crônica da jovem escriba Andréa Marinho. Completando o quadro de parcerias, a cantora Simona Talma surge dividindo as vozes principais na já citada “Ele & Ela”, a cantora Patrícia Palhano faz vocais em “Doze Compasso”, e o percussionista Kléber Leite surge acentuando os arranjos no correr das 11 faixas inéditas. O projeto, que é o mais recente lançamento do selo DoSol NetLabel, foi musicalmente produzido por Eduardo Pinheiro, inteiramente registrado no Megafone Estúdio,  e recebeu o apoio da Faz Propaganda.

    Escute e/ou Baixe

    Ouviu? Curtiu? Então espalhe!

    Contamos muito com a sua colaboração para fazer este som reverberar. Se gostou, baixe, grave uma cópia, dê de presente, mande o link pelo Orkut, cole um printscreen no seu fotolog, dê RT no seu Twitter. Se tem algum parente ou amigo que comanda alguma casa de show, peça para ele nos visitar e descobrir se nosso som não se encaixa no perfil de seus clientes. Toda ajuda é bem vinda.

    Créditos

    1. Nostalgia
      Marlos Ápyus / Rodrigo Levino
    2. Nossa Casa
      Marlos Ápyus / Rodrigo Levino / Andrea Marinho
    3. L
      Marlos Ápyus / Eider Rodrigues
    4. Impaciência
      Marlos Ápyus
    5. Dispara
      Marlos Ápyus
    6. Ele & Ela
      Lipe Tavares / Marlos Ápyus
    7. Glória
      Marlos Ápyus
    8. O Covarde
      Marlos Ápyus
    9. Doze Compassos
      Marlos Ápyus
    10. Isso
      Rodrigo Levino / Marlos Ápyus
    11. Nada
      Marlos Ápyus

    Ficha Técnica

    • Gravação:
      Entre maio de 2006 e maio de 2007 no Megafone Estúdio
    • Produção:
      Eduardo Pinheiro
    • Produção Executiva:
      Marlos Ápyus & Raphael Bender
    • Arranjos:
      Marlos Ápyus, Eduardo Pinheiro & Experiência Ápyus
    • Arte:
      Caio Vitoriano
    • Fotos:
      Nicolas Gomes

    Participações:

    • Voz Principal:
      Marlos Ápyus (faixas 1, 3, 4, 5, 6, 8 e 11)
      Gil Oliveira (faixas 2, 7, 9, e 10)
      Simona Talma (faixa 6)
    • Vocais:
      Gil Oliveira (todas as faixas)
      Patrícia Palhano (faixa 9)
    • Violões:
      Marlos Ápyus e Eduardo Pinheiro
    • Guitarras:
      Ticiano D’Amore e Eduardo Azevedo
    • Baixos:
      Lipe Tavares
    • Baterias:
      Raphael Bender
    • Percussões:
      Kléber Leite

    Citações:

    • Nostalgia?!:
      • “Fazei isso em memória de mim” (Lucas 22:19) pelo Papa Bento XVI em sua primeira visita ao Brasil
      • “Knockin’ on hell’s door” cita Bob Dylan em “Knockin’ on heaven’s door”
      • “Manchete da vez no Jornal Nacional” cita abertura do Jornal Nacional
    • Nossa Casa:
      O texto “Momento” é uma adaptação da crônica “Momento” da jovem escriba Andrea Marinho
    • Glória:
      Vocais finais citam “Ela é Carioca” de Tom Jobim
    • O Covarde:
      • “Mora na filosofia: pra quê rimar amor e dor?” cita Monsueto Menezes e Arnaldo passos “Mora na Filosofia”.
      • O poema “Conflito” é de autoria do jovem escriba Marlos Ápyus
    • Isso:
      A letra de “Isso” é uma homenagem de Rodrigo Levino à crônica “McDonalds” do publicitário Norton Ferreira.
    • Nada:
      Ao final da canção é lido trechos do artigo “Violência Contra a Mulher” de Renato Ribeiro Velloso (renatov@matrix.com.br).

    Agradecimentos

    • Amigos
    • Analu
    • Ana Morena
    • Anderson Foca
    • Andrea Marinho
    • Atalija Lima
    • Caio Vitoriano
    • Carlos Fialho
    • Cris Vidal
    • Diogo Guanabara
    • DoSol Records
    • Eduardo Azevedo
    • Eduardo Passaia
    • Eduardo Pinheiro
    • Família
    • Felipe Barba’lho
    • Gladis Vivane
    • Glauco Gobbato
    • Jack Black
    • Jão Saraiva
    • Jefferson Paiva (o loucutor que vos fala)
    • Jordan Santiago
    • Jovens Escribas
    • Kassava
    • Kléber Leite
    • Luanda Holanda
    • Luís Henrique
    • Macaxeira Jazz
    • Manu
    • Megafone Estúdio
    • Mudernage Diskos
    • Nice Isabel
    • Nicolas Gomes
    • Patrícia Palhano
    • Patrício Júnior
    • Raquel Rubim
    • Rodrigo Levino
    • Ruphius Germano
    • Sandra Menezes
    • Sarina Sena
    • Seu Zé
    • Simona Talma
    • Vlamir Cruz
    • E a todos que imperdoavelmente esquecemos e que sabem que seus nomes mereciam estar aqui

    Agradecimentos Especiais

    • Governo do Estado do RN
    • Fundação José Augusto
    • Lei Câmara Cascuso
    • Alesat

    Agradecimentos mais que especiais
    (sem a paciência deles, este disco jamais teria acontecido)

    • Jucelino Sousa
    • Tamara Lícia

    Deixe um comentário